5 de setembro de 2016

[NEWS] O ressurgimento do Nu’est [04/09/16]


Quem teria pensado que coisas boas podem acontecer no K-pop? Dois anos depois de eu condenar a Pledis por administrar mal o Nu’est, a Pledis decidiu, de alguma maneira, que 2016 é o ano deles investirem o dinheiro retornado pelo Seventeen no grupo sênior masculino da empresa – é claro, ignorando simultaneamente After School e Orange Caramel no processo. Nu’est, pelo seu lado, está evoluindo como um grupo e é isso o que eu quero focar aqui.





Nós podemos falar sobre como ter dois comebacks no intervalo de metade de um ano já é uma coisa monumental no K-pop – e muito menos fazê-lo com duas músicas excelentemente produzidas? O que começou como um comeback muito aguardado no início do ano com “Overcome” evoluiu rapidamente para – algo que a Pledis negligenciou fazer com o grupo alguns anos antes – acompanhar e aproveitar a energia do lançamento anterior deles. Mesmo se o Nu’est não está recebendo os mesmos resultados como foi com o debut deles, eles ainda estão matando o jogo esse ano. Se continuarem assim, então há esperança para eles ainda.



Primeiro de tudo, eu acho que a melhor coisa sobre o ressurgimento do Nu’est em 2016 é que eles estão construindo isso em cima da música que eles têm criado e amam. Esse estilo R&B que eles foram se focando está logo acima de sua aleia, e o grupo encontrou seu nicho,cada membro tem um momento nas músicas deles e ainda melhor, as partes deles estão dentro do alcance deles e eles soam como se estão conectados com sua música. Minhyun ficou com o falsete alto, e Baekho firma o refrão com sua voz poderosa e plena. Aron e Ren embalam seus respectivos versos adicionando algum tempo e ritmos inconstantes, e JR é uma revelação com seus versos de rap.

Como eu mencionei antes, há uma genuína autenticidade que tem emergido com a música do Nu’est esse ano. Os membros têm estado mais envolvidos em escrever, produzir, direção de arte, e mais com os álbuns deles. Isso se manifestou na produção de alta qualidade e produção emocional de seus lançamentos.


Claro, isso ajuda que a empresa deles finalmente tenha algum dinheiro para investir no grupo de novo, mas o renascimento deles é mais do que apenas isso. Alguns artistas nunca mostram crescimento em sua arte, mas o Nu’est chegou à cobertura e elevou sua produção musical. Se você ouvir a ambos, Q Is e Canvas, há algo especial por trás da peça inteira que traduz bem para o ouvinte. Você sente o cuidado e o tempo investido em unir ambas as obras, o que faz você apreciar eles não apenas como executores, mas também como artistas.

Complementando o aumento da qualidade musical está o ótimo conceito de colocar junto deles. Créditos para a Pledis, eles conseguiram reconhecer o crescimento do Nu’est e tem contratado grandes estilistas, que têm sido capazes de complementar a música e melhorar o pacote no geral. Os coletes, ternos e sobretudos metálicos da era de “Overcome” se encaixam bem com a sensação de calor, que foi junto com a imagem temática de cavaleiros que eles estavam tentando retratar. Com “Love Paint”, as roupas soltas e cores fortes estavam também ilustrando efetivamente a confortável neblina de uma tarde agradável.

É surpreendente imaginar que alguns anos atrás, Nu’est parecia caminhar em uma direção onde seriam escondidos em algum canto da empresa de entretenimento Pledis, mas em vez disso eles voltaram com uma chama. Infelizmente, os efeitos de suas longas crises de ausência na indústria não fizeram com que o grupo se perdesse em como eles se apresentam do ponto de vista das vendas. Apesar da força e de toda a qualidade dos seus comebacks recentes de 2016, nenhuma de suas canções títulos têm sido capazes de entrar na lista do Gaon.



Enquanto que a partir de uma frente de vendas, seus esforços de 2016 provavelmente não serão considerados, Nu’est deve ser elogiado pelo que eles já têm feito nesse ano. Eu considero as suas produções dignas de receber atenção, porque é um momento essencial para o grupo.Com a Pledis abrigando um grupo júnior incrivelmente bem-sucedido no Seventeen, Nu’est se encontrou em um momento onde eles precisam provar seu valor para a companhia. Eu honestamente penso que eles são uma apresentação de variedade viral longe de se recuperar nas paradas – talvez se o Baekho e o Minhyun tivessem uma forte limitação em King of Masked Singer.

De qualquer forma, fico com o sentimento de que o Nu’est está construindo algum apoio internacional forte e recuperando alguns dos fãs que foram perdidos durante seu longo hiatus. Qualidade recebe reconhecimento e mesmo se não é sucesso rápido, eles podem estar esperando por isso, sucesso é algo que virá se eles continuarem a criar trabalhos tão fortes como os que eles colocaram para fora em 2016. Nu’est tem entrado em si com os seus trabalhos mais crescidos e maduros esse ano, e está aqui esperando que a Pledis reconheça e continue a investir no futuro do Nu’est.
  
(Imagens por Pledis e Seoulbeats)


Cr:seoulbeats
Trad ENG-PTBR:Bia Ferreira/NU'EST Brazil 

0 Comentários:

Postar um comentário

 

Receba notícias no e-mail!

Contato

Email: nuestbrazil@gmail.com